[LIS]

“Parole, Parole, Parole...
Caramels, Bonbons et Chocolats!”
Dalida & Alain Delon cantam enquanto ela freneticamente dança pelo brilhante chão de madeira.
Tira dos pés uma de suas manias declaradas: a inseparável Birkenstock que usa só se for com meia e rodopia pela casa descalça; interagindo com tudo e todos de maneira elegante e moleca.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-20.png

Filha única, de pais professores e escritores, ela se considera nerd desde criancinha.
Daquelas que surta quando passa na frente da livraria, que não deixa de acompanhar todos os festivais de cinema e que coleciona antiguidades como se não houvesse amanhã.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-18.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-22.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-23.png

Estudou Nutrição. Sempre foi encantada pelo conceito de alimentar as pessoas da melhor e inimaginável maneira possível.
Dali partiu para a Gastronomia e como se não bastasse, nesse meio tempo começou a se interessar pelo misterioso mundo dos vinhos...deu no que deu.
Dionísio e Baco agradecem e brindam felizes todos os dias.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-5.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-2.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-25.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-6.png

Se pudesse passaria o tempo todo viajando e fazendo aquilo que mais gosta: passar horas e horas, escrevendo e lendo, em algum café pelas cidadizinhas do planeta.
Se não escrevesse sobre vinhos, escreveria somente literatura.
Poucos sabem mais ela se considera melhor escritora do que chef de cozinha.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-110.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-).png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-8.png

Musa dos vinhos naturebas, orgânicos e biodinâmicos, ela se mudou para uma espécie de home sweet farm home nos arredores de São Paulo e adotou uma legião de animais.
Há quem diga que ela vai ser daquelas velhinhas com 76 gatos em casa.
Não é a toa que ela tem belas imagens de Brigitte Bardot espalhadas pela casa.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-108.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-119.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-115.png

Lis é um epicentro da natureza rodeado de bichos por todos os lados.
Manouche, o bode.
Maruska, a cabra.
Maruru e Perugia, os filhotes.
Maruru nasceu quando ela voltou do Tahiti e significa “obrigado” por lá.
Perugia nasceu quando ela estava ainda na Itália...

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-113.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-128.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-123.png

Já Ferrugem e Costelinha, representam a raça canina deste micro escossistema.
Os gatos, segundo ela, sofrem “bullying” todos com nomes esquisitos mas porém bem verdadeiros: Vesga, Mini Gato, Branquela, Camurça e Maria, a tigrada.
Os jabutis rodam pela propriedade ainda sem nome.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-32.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-33.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-29.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-34.png

Um aroma de queijo de cabra amanteigado se mistura no ar com o cheiro de tantas ervas e frutas que por ali brotam todos os dias.
Fogão de lenha aceso, conservas e experiências vivas.
Idéias e tomates que fermentam por ali sem parar.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-55.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-56.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-61.png

Seus galos: Mangarito (nome de uma batatinha brasileira)
Zinus (um personagem de filme que ela ama)
Itabirito (cidade em Minas que “inventou” o bolinho de milho)
Se juntam com + ou - umas 20 galinhas de raças diferentes para completar o time dos ovos fresquinhos.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-70.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-67.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-53.png

Fanática por boleros, ela arranha no violino e também no canto lírico.
Imagine só quando Lis abre uma de suas garrafas encantadas e nutre sua alma biodinamicamente, sem sulfitos e cheia de alegria.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-92.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-42.png

Deliberadamente reune a turma para cantar tangos e boleros noite afora numa espécie de ritual da libertação.

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-50.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-46.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-100.jpg

Não tira da bolsa seu abridor de vinho e se tivesse um barco o chamaria de “Criado Solto”...seu lema sempre.
PS. Lis mora na cidade "mais que grande", pasmem!

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-87.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-73.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-131.png

Se Fosse invisível, andaria nua pela rua! (totalmente criada solta e natural!)

Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-129.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-138.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-139.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-144.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-143.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-135.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-112.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-104.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-106.png
Lis-Cereja--(-Adriana-Barra-)-109.png
Isabella Barbosa